Buscar

Poema Mindfulness - A Casa de hóspedes

O poema abaixo é um convite para uma reflexão sobre pensamentos e estados emocionais. Leila com atenção, abertura e gentileza, que fazem parta da Mindfulness.


 

O ser humano é uma casa de hóspedes onde todas as manhãs há uma nova chegada.


​Uma alegria, uma depressão, uma mesquinharia, uma percepção momentânea chega, como visitantes inesperados.


Receba e entretenha a todos! ​Mesmo que seja uma multidão de tristezas, ​que varre violentamente sua casa e a esvazia de toda a mobília,


​ ainda assim trate seus hóspedes honradamente. ​Eles podem estar te limpando você​ para a chegada de um novo deleite. ​O pensamento escuro, a vergonha, a malícia, ​receba-os sorrindo à porta, e convide-os a entrar.

Seja grato a quem vier​ porque todos foram enviados ​como guias do além.

— Rumi (Mestre sufi do sec. XII)


1.640 visualizações0 comentário